Um jovem pedreiro que sonha em se tornar drag queen, a luta de uma mulher trans por seu filho adotivo, e um olhar sobre a cultura ballroom no Brasil, estes são os argumentos vencedores da categoria Brasil do LATINX 2020, Concurso Latino-americano de Argumentos de Longa-metragem do Latin American Training Center. Na categoria Países Hispanofalantes, os argumentos vencedores nos apresentam a história de uma nova inquilina de uma casa habitada por uma simbiótica comunidade de plantas e humanos, o reencontro de uma solitária mãe com seu sogro distante, e uma advogada lésbica e transgressora que enfrenta seu primeiro julgamento com a ajuda de seu amigo trans.

Categoria Brasil:

1º lugar – “Divina” de Vitor Paulo de Souza Gilard
Davi, um jovem pedreiro, sonha em se tornar drag queen. Para isso, precisa demolir dores do passado e reconstruir suas memórias e afetos.

2º lugar – “Eva” de Thays J. F. Berbe
A luta de uma mulher trans por seu filho adotivo.

3º lugar – “Salão de Baile” de Udney de Vasconcelos Matheus
Documentário que se propõe a olhar o nascimento e expansão da cultura ballroom no Brasil, por intermédio das corpas envolvidas, e investigar as influências e modificações sofridas quando entra em contato com a realidade brasileira.

Categoria Países Hispanofalantes: 

1º lugar – “Las Flores Perfectas” de Carolina López Soto
Ao entrar na universidade em Santiago, Amelia, uma jovem de 18 anos, é a nova moradora de una casa habitada por uma simbiótica comunidade de plantas e humanes, cujos vínculos farão com que ela repense sobre os limites do amor e de sua própria existência dentro de um mundo interespécies.

2º lugar – “La historia detrás de ti” de Melisa Graciela Estaba Camacho
A visita surpresa do sogro distante obriga uma solitária mãe a enfrentar seu passado para criar uma família para seu bebê depois da morte da esposa.

3º lugar – “POST-OP” de Florencia Bastida 
Lu, uma advogada lésbica e transgressora, enfrentará o seu primeiro julgamento e contará com um forte aliado para preparar a sua defesa: Jero, seu querido amigo que, apesar de estar em pleno pós-operatório de una mastectomia (redesignação de gênero), será seu sócio mais leal.

Os primeiros lugares receberão um prêmio em dinheiro no valor de US$ 300 e uma sessão de coaching de desenvolvimento de roteiro ou de pitching (por Skype) com Kate Lyra, diretora e consultora técnica do LATC. Os segundos lugares receberão um voucher para o download do software Final Draft (avaliado em US$ 249,99). As terceiras colocações, por sua vez, receberão um livro da Editora LATC. Além disso, as 30 primeiras inscrições receberão um feedback escrito do seu argumento, independentemente da sua colocação final.

Este ano, a temática foi “Diversidade LGBTQ+”, visando estimular a maior inserção de roteiristas desta comunidade na indústria audiovisual, de forma que suas histórias possam ser contadas, estejam visíveis e sejam mais uma ferramenta contra o preconceito.

“Cada projeto avaliado tinha uma energia criativa que revelava a importância de trazer pras telas histórias de afeto e resistência de personalidades LGBTQIA+. Os projetos selecionados correspondem aos anseios da comunidade queer de se ver projetada e representada na força de sua pluralidade e transversalidade, ocupando espaços simbólicos que representam a ruptura com a opressão e o preconceito, evocando o respeito e a tolerância. Que essa premiação seja o estímulo para que criadoras e criadores consigam desenvolver os roteiros e colocá-los em prática. Queremos ver esses filmes em todas as telas!”, destacou Gil Baroni, membro do júri final.

Os dez argumentos finalistas de cada categoria foram avaliados por Cíntia Langie Araújo, professora da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), e Fábio Allan Mendes Ramalho, professor da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA). Além disso, os melhores argumentos em português foram avaliados por Gil Baroni, diretor de “Alice Júnior”, e Julia Katharine, diretora de “Tea for Two”. Os melhores argumentos em espanhol também foram avaliados por Miguel Lafuente, Diretor Artístico e de Programação do LesGaiCineMad, festival LGBTQ+ de Madri, e Marialy Rivas, diretora de “Jovem Aloucada”.

Segundo Kate Lyra, diretora do LATC, “a edição deste ano do Concurso LATINX demonstra o compromisso contínuo do LATC com o processo de maior diversidade e inclusão na indústria audiovisual latino-americana. O fato do LATC manter relações com comunidades de produção de conteúdo e entidades governamentais de toda a região nos coloca em uma excelente posição para contribuir para o desenvolvimento da indústria e oferecer oportunidades tanto para cineastas da nova geração quanto para os mais experientes em todos os formatos de conteúdo”.

Abaixo a lista completa dos argumentos vencedores e finalistas.

Brasil:
1. Divina – Vitor Paulo de Souza Gilard
2. Eva – Thays J. F. Berbe
3. Salão de Baile – Udney de Vasconcelos Matheus
4. Corre, senão morre! – Luana Reis Rocha
5. Imagem e Semelhança – Márcio Henrique Melo de Andrade
6. Razão – Roberta Miller
7. Amor Estrangeiro – Pedro Figueiredo Nobre Cortese
8. Tudo Que Eu Sou – Rafael Ribeiro de Castro Moraes
9. Superomi ou à luz da criação – Rogerio Cavalcante e Castro
10. Bartolomeu e Tifanny – Luciana Sousa Martins

Países Hispanofalantes:
1. Las Flores Perfectas – Carolina López Soto
2. La historia detrás de ti – Melisa Graciela Estaba Camacho
3. POST-OP – Florencia Bastida
4. Sin Límites, o, el Aquelarre Sui Géneris – Orlando Karín Romero Rocha
5. Aurora y Mar – Cindy Janeth Garcia Llanos
6. La que te parió! – Gwenn Chantal Joyaux
7. Dragged – Rubén Galindo Amezcua
8. A veces escupo por placer sobre el retrato de mi madre – Daniel Andrés Ruiz Sierra
9. L. o las dos mitades – Gwenn Chantal Joyaux
10. El “Quince” – Salomón Reyes

Argumentos que receberão feedback:
Você Me Vira a Cabeça
Suzette vai rezar
Ad Finitum
Superomi ou à luz da criação
Todas em Mim
O Peso de Todas as Coisas em Mim
A veces escupo por placer sobre el retrato de mi madre
O Homem Que Não Estava Em Lugar Nenhum
Astromélia
A Última Balada
Menino/Menina
A relação da mulher trans com a fé
Mirante Residence Park, 1884
O AQUÁRIO
El “Quince”
Vira-Vira
A BELEZA DA DOR DE SER O QUE É
Bom-Crioulo
DESCONSTRUÇÃO MÁGICA

Quando a saudade bate
Show secreto
CABELEREIRXS
Villa Keno
O Som do Silêncio
Corre, senão morre!
L. o las dos mitades
La que te parió!
Desde os treze
La historia detrás de ti

Organizado pelo Latin American Training Center, o LATINX 2020 contou com o apoio do Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual-Forcine, do festival LesGaiCineMad de Madri, da Beija Flor Filmes, do LatAm Cinema, e do Final Draft, o software de escrita de roteiros. Para mais informações, por favor, acesse LATINX 2020 ou entre em contato com Tiago Elídio, Coordenador do Concurso, tiago.latc@gmail.com.

Nossos Parceiros

Assine nossa newsletter

É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento