Entre os dias 19 de janeiro e 9 de fevereiro, às segundas-feiras, foi realiza a Oficina “O sonho de um filme em quatro noites de verão”, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema.

Nomes reconhecidos do cinema nacional como Paulo Sérgio Almeida (cineasta e diretor do Filme B), Mariza Leão (produtora), Fábio Lima (sócio-fundador da Rain e à frente do Moviemobz) e Vicente Amorim (cineasta), entre outros, contaram suas experiências adquiridas ao longo dos anos de trabalho na área cinematográfica.

Sobre os palestrantes:

Paulo Sérgio Almeida
O cineasta dedica-se a diversas atividades nas áreas de direção, produção, distribuição e exibição, além de ser editor especializado em artigos e publicações voltadas para a indústria do cinema. Paulo Sérgio dirigiu os longas “Beijo na boca” (1982), “Banana split” (1988), “Sonho de verão” (1991), “Xuxa popstar” (2000), co-dirigido com Tizuka Yamasaki, “Xuxa e os duendes” (2001) e “Xuxa e os duendes 2 – No caminho das fadas” (2002), ambos co-dirigidos com Rogério Gomes. Juntos, seus filmes ultrapassaram os 10 milhões de espectadores. Em 1998, fundou a Filme B Comunicações, empresa especializada em análise e números do mercado cinematográfico no Brasil. Além disso, é professor de cursos especializados em mercado de cinema, ministrando seminários e workshops na Fundação Getúlio Vargas, na Escola Superior de Propaganda e Marketing e fora do país. Em 2007 lançou seu sétimo longa, Inesquecível, baseado em conto do uruguaio Horácio Quiroga.

José Joffily
Diretor, produtor e roteirista começou a se destacar depois da repercussão de seus curtas-metragens “Curta-seqüência: galeria Alaska” e “Copa mixta”, ambos de 1979. Nascido no interior da Paraíba, em 1945, e criado na Zona Sul do Rio de Janeiro, dirigiu seus primeiros curtas-metragens em 1977, “Praça Tiradentes 77″ e “Alô Tetéia”. Em 2001, dirigiu e produziu o documentário” O chamado de Deus”, sobre os jovens vocacionados da Igreja Católica, prêmio Margarida de Prata da CNBB e melhor documentário no Festival de Brasília. Em 2002 produziu e dirigiu o longa “Dois perdidos numa noite suja”, livremente adaptado da peça de Plínio Marcos, melhor direção e roteiro em Brasília. Em 2005, estreou no É Tudo Verdade o documentário “Vocação do poder”, feito em parceira com Eduardo Escorel, sobre a campanha eleitoral de seis candidatos a deputado no Rio de Janeiro, e, no Festival do Rio, a ficção “Achados e perdidos”, baseado no livro de Luiz Alfredo Garcia-Roza, vencedor do prêmio de melhor filme no 10º Festival de Miami.

Vicente Amorim
Diretor de cinema, TV e publicidade, começou a carreira como assistente de direção em filmes como “Luar sobre Parador” (1987), de Paul Mazursky, “Brincando nos campos do Senhor” (1990), de Hector Babenco, “Orfeu” (1999), de Carlos Diegues, e “Bossa Nova” (1999), de Bruno Barreto. Seu primeiro longa-metragem, lançado em 2001, foi o documentário “2000 Nordestes”, também co-dirigido com David França Mendes – melhor documentário no Festival de Cinema Brasileiro de Miami e primeiro filme brasileiro a receber o selo da Unesco por seu conteúdo. Amorim dirigiu o filme “O caminho das nuvens” (2003),seu primeiro longa de ficção. Em 2008, lança seu primeiro trabalho como diretor de um longa-metragem internacional, “Um homem bom”, com Viggo Mortensen, e que estréia no final de dezembro.

Mariza Leão
Produtora de cinema, Mariza está à frente da Morena Filmes, em sociedade com o cineasta Sergio Rezende. É também uma das profissionais mais empenhadas na formulação de políticas para o cinema brasileiro. Foi a primeira diretora-presidente da distribuidora Riofilme, cargo que ocupou em 1992 e que foi fundamental na recolocação do filme brasileiro em cartaz. Entre outros filmes, lançou em 2007 “Inesquecível”, de Paulo Sérgio Almeida e “Meu nome não é Johnny”, de Mauro Lima.

Fábio Lima
Fábio é um dos sócios fundadores da Rain Network, empresa de distribuição digital para cinemas independentes, onde atua como diretor operacional. Supervisionou a expansão internacional da companhia e trabalhou no desenvolvimento de negócios, sendo responsável pela implementação de uma rede digital de cinemas com 149 salas no Brasil e 32 nos Estados Unidos. Ele é também diretor executivo internacional da Moviemobz, nova distribuidora que vai operar exclusivamente em formato digital. A distribuidora vai apostar em filmes inéditos, privilegiando nichos específicos, como filmes fantásticos, de horror e animes (animações japonesas), mas também os clássicos.

Roberto Faissal
Administrador de empresas, Roberto é presidente da ABC – Associação Brasileira de Cinematografia e um dos pioneiros na especialidade de fotografia submarina.

Elena Soárez
Elena Soárez é uma das mais importantes roteiristas do cinema brasileiro atual. Sua estréia como roteirista de cinema se deu a convite do cineasta Andrucha Waddingotn, de quem se tornou roteirista de todos os seus filmes de ficção até o momento. Entre seus roteiros estão “Cidade dos Homens – O Filme” (2007), “Nome Próprio” (2007), “Os Desafinados” (2006), “Casa de Areia” (2005), “Redentor” (2004), “Vida de Menina”, “Eu Tu Eles e Gêmeas” (1999).

Gisele Nuzman
Gisele é Diretora de Marketing da Paramount Pictures, Brasil, responsável pelo lançamento de filmes como Mamma Mia, Kung Fu Panda, Ultima Parada 174, Orquestra dos Meninos, Linha de Passe, entre outros.

Nossos Parceiros

Assine nossa newsletter

É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento