tem como objetivo aperfeiçoar os conhecimentos de profissionais que trabalham na indústria audiovisual e aumentar o intercâmbio entre cineastas europeus e latino-americanos. Esta é uma oportunidade única para desenvolver contatos comerciais  e promover  co-produções entre América Latina e Europa. O projeto, que inclui workshops, estudos de casos, sessões tutorias e palestras é realizado pelo Latin American Training Center (LATC), pelo Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente (CIMA) e pelo Media Business School (MBS) da Espanha.

A metodologia de trabalho, já consagrada na Europa, difere de qualquer outro programa realizado na América Latina. Entre as ferramentas utilizadas está a atividade role play em que tutores experientes simulam com os participantes uma negociação real da venda de projeto para produtores. Durante os quatro dias de curso, cada integrante poderá desenvolver um projeto de longa-metragem colocando em prática técnicas e estratégias de produção audiovisual ensinadas no curso e utilizadas pelos principais profissionais do cinema mundial. Os trabalhos serão realizados sempre sob a supervisão a aconselhamentos dos tutores.
Entre os palestrantes convidados do FBS-LA estão Renate Roginas (Villa Kult, Alemanha), Epigmenio Ibarra (Argos Comunnications, México), Iona de Macedo (Dama Filmes, Espanha), Morris Israel (Menasch & Morris, Brasil), Rodrigo Saturnino Braga (Columbia Tristar Buena Vista, Brasil), Gualberto Baña (Senior Consultant Paramout, Espanha), Peter Dally (New Media Law, Reino Unido) e Amilia Burrage (Communication Skills Trainer, Reino Unido).
“Na Europa, mais de 3 mil pessoas passaram pelo Media Business School. Trazer a expertise do MBS para a América Latina é importante para aumentar a vantagem competitiva dos profissionais latinos no mercado audiovisual globalizado”, comenta Bruna Brasil, Diretora Executiva do LATC.

O FBS-LA oferece 20 vagas e é ministrado por 11 tutores, entre latinos e europeus. Seguindo as normas da Media Business School, todas as aulas do seminário serão ministradas em inglês. Os alunos, preferencialmente, devem ter participado de pelo menos um projeto de longa-metragem como produtor, diretor ou chefe de equipe principal – haverá análise de currículo dos selecionados. Estão incluídos no programa hospedagem, alimentação, transporte terrestre e material didático. Passagens aéreas não estão incluídas na taxa de inscrição (500 euros) que pode ser feita através do site até o dia 19 de outubro. O curso é patrocinado pelo programa MEDIA International da União Européia e tem o apoio da Kodak Brasileira.

Mais informações através do Skype: laura.almellones  ou e-mail fbs@mediaschool.org (Laura Almellones), ou bruna.latc@gmail.com (Bruna Brasil).

Nossos Parceiros

Assine nossa newsletter

É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento