Era uma vez nos tempos da ditadura

Como a literatura infantil conseguiu driblar a censura do governo militar sem consequência? Durante os vinte e um anos em que o Brasil viveu sob o crivo dos militares, jornais, livros, músicas ou ideias que ameaçassem o regime eram censuradas. Nesses tempos sombrios, escritores de livros infantis, como Ana Maria Machado, João Carlos Marinho, Ziraldo e Ruth Rocha, desafiavam a ditadura ao mostrar as consequências de regimes autoritários.

Ruth Rocha. Foto de Igor Duarte.

Este é o projeto de Max Gleiser e Monique Rangel, recém-formados da PUC-Rio, em campanha de crowdfunding até o dia 16 de maio pelo site https://www.catarse.me/euv

MAX GLEISER
Direção e produção
Dirige, produz e fotografa. Cineasta carioca recém-formado pela PUC-Rio. Gosta de explorar o extraordinário em temas cotidianos. Valorizar o que não é sequer percebido.

MONIQUE RANGEL
Direção e produção
Mineira formada em Cinema na PUC-Rio, trilha seu caminho em produção audiovisual. Enxerga a TV e o cinema como instrumentos de transformação cultural.

https://www.catarse.me/euv
https://www.facebook.com/eraumaveznostemposdaditadura/

Nossos parceiros

Assine nossa newsletter

É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento

Share This